1 2 3 4 5

Chapada Diamantina: Dia 1

terça-feira, 27 de outubro de 2009


ROLOU! :-)

Cheguei hoje de Lençois - BA, depois de 9 dias fantásticos na Chapada Diamantina.

A idéia é fazer um post pra cada dia e ir soltando aos poucos a medida que tiver tempo pra escrever, fazer upload das fotos, organizar os dados de GPS e etc...

Espero que gostem dos relatos e que consigam sentir um pouco do que é a emoção de estar na Chapada, porque eu voltei completamente apaixonado. :-)

Se puderem deixem também uns recados. Valeu!

18/10 - Chegada em Lençois

Bike embaladinha e mala feita, saí de Campinas no domingo, dia 18/10 às 09h46 da manhã pra pegar o vôo pra Salvador.

Cheguei na Bahia às 11h00 e fiquei enrolando no aeroporto até às 15h30 quando peguei um táxi para rodoviária. Saí  de Salvador às 16h30 e cheguei em Lençóis umas 22h30 pra ser recepcionado pela Cristina, uma alemã apaixonada pela Chapada e dona da pousada Canto no Bosque.

Cheguei na pousada estava sem sono porque tinha dormido a viagem quase toda e peguei pra montar a Bike e organizar minhas coisas, pois já na manhã seguinte ia conhecer a cachoeira da fumaça e seguir em direção à cidade de Capão para pernoitar.

19/10 - Cachoeira da Fumaça

19102009568

No primeiro dia agendei um passeio sem Bike, pois fora a programação original de seis dias de pedal ainda tinha dois dias livres pra conhecer outros picos, e a Fumaça tinha que rolar!

às 08h30 chegou seu Zé, motorista da Terra Chapada Expedições com seu Toyota bandeirantes azul de 1982. Depois fiquei sabendo que o Jipe foi carinhosamente apelidado de trovão Azul pelo dono da agência, o Orestes, A.K.A Terra!

Colocada minhas coisas no Jipe seguimos em direção à sede da Terra Chapada para pegar mais um pessoal que iria fazer o passeio da fumaça também.

De lá fomos com o trovão azul para o início da trilha que sobe para a Fumaça. Depois de uma subida de uns 50 minutos atingimos um platôzão e caminhamos mais uns 4 km até a cachoeira.

Nosso guia do dia, o Edinho, aconselhou agente apertar o passo para chegar cedo ao mirante pois tinha muita gente aquele dia e fica difícil tirar foto legal quando o pico tá lotado.

Depois da caminhada cheguei ao lugar que, pensei até então, ser o mais lindo que vi na minha vida. A cachoeira não estava cuspindo muita água, mas ainda deu pra pegar um pouco do efeito "fumaça" (que é o vapor de água subindo) com direito a um efeito arco-íris muito massa! Tirando de lado a queda d´água que é linda, a imensidão do dos vales e das chapadas também me deixou de queixo caído.

19102009581

Chegando perto das 13h00, e depois de muitas fotos (ainda bem que tirei também algumas com meu N95 porque, como vou explicar mais pra frente, perdi a câmera que peguei emprestada do meu amigo Nei) mandamos um lanche de trilha que o Edinho tava levando na sua mega mochila de ataque. Tinha lanche de queijo com tomate temperado, um lanche de peixe com cenoura, maçã, goiaba, suco, ovo cozido, paçoca, mel, granola, chocolate, etc... é, caminhar dá uma fome! ;-)

Caminhei na área para pegarmos diferentes mirantes, depois entrei na parte dos lagos de água vermelha para tomar um banho e apreciar a paisagem. A explicação dada para coloração da água é pela quantidade de matéria orgânica e principalmente uma substância chamada tinina.

Voltamos pelo mesmo caminho de ida e pegamos o Jipe para pegar o por so sol na cacoeira do Riachinho, um lugar também magnífico, com pedras amarelas e rosadas encrustradas com seixos e uma corrente de água negra descendo.

19102009604

Depois disso seguimos montados no Trovão Azul com destino à Capão. Chegando na pousada Canta Galo tomei um banho e coloquei o farolzinho na Bike pra pedalar um pouco e sentir como ela está. Fui no Breu até o centrinho para o restaurante da Dona Beli.

Capão é uma vila simples mas muito aconchegante, e a o restaurante da Dona Beli, como não poderia deixar de ser, também é. Ela transformou a casa em restaurante, e lá você come uma comida caseira de primeira qualidade assistindo TV na sala dela. Demais! ;-)

Nesse dia mandei um PF de carne de sol, acompanhado de arroz, feijão, refogado de abóbora, farofa e salada temperada com coentro. QUE RANGO! Dá fome só de lembrar.

Depois do rango voltei pra pousada pregado e dormi em dois minutinhos...

Abaixo vocês podem ver as fotos do dia pelo app da cooliris

     

ou pelo Flickr (aqui pra ver na maior definição clique na foto, depois em "all sizes" e aí você pode escolher a resolução que quer)

http://www.flickr.com/photos/38037740@N08/sets/72157622553146711/

Segue também o registro via GPS do treking feito da base da trilha, ida e volta.

Cachoeira da Fumaça at EveryTrail

Map created by EveryTrail: Share GPS Tracks

Deixe seus comentários e aguardem os próximos posts.

1 comentários:

Dinho disse...

Pedrão, as fotos estão EXCELENTES e o texto bem atrativo! Parabéns pelo blog e obrigado por partilhar toda essa emoção! fiquei louco prá fazer o trecho de descida que vc chamou de "PERFEITO"!
Abração,
Dim.